quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Em resposta

Carta a Eduardo Baumann,
(Joinville, 9 de agosto de 2011)
Publicada em nota no Facebook

Eduardo, tua Carta Aberta aos Setores da Cultura e aos Vereadores, publicada em http://altjoinville.wordpress.com/, em 9 de agosto de 2011, é desrespeitosa ao CMPC - Conselho Municipal de Políticas Culturais de Joinville e oportunista. Eu estava presente à reunião e vi quando simplesmente você saiu da sala, enquanto o debate ainda se formalizava. Uma pena!
Interpreto que, em consideração ao Conselho de Cultura, à sua representatividade e legítimo em sua formação, você deveria ter enviado o documento, em primeira instância, à presidente do mesmo, e não sair por aí aos alardes, misturando discurso partidário e político a um tema e a um fórum criado com total isenção.
A política é a da Cultura, para a Cultura. A linguagem, o uso das redes sociais, o despertar do interesse midiático, a criação de clima junto ao Legislativo, isso tudo, feito desmedidamente, não interessa à cultura. Respeitar as instituições, democraticamente constituídas, sim. Pois é através das organizações sociais que vamos produzir resultados e não à revelia.
E mais, pressupor que os membros do Conselho sejam coniventes e que atuem em concordância às posições do presidente da Fundação Cultural, Silvestre Ferreira, além de insensato, beira a ingenuidade.
Não, Eduardo. Cada integrante do Conselho, certamente, tem suas crenças, convicções e leitura.
Obrigado pela atenção. Forte Abraço.

Pierre Porto Silveira
Membro titular do CMPC - Conselho Municipal de Políticas Culturais de Joinville; Redator Publicitário, Profissional de Comunicação e Marketing, Colunista e Editor de Cultura.

Nenhum comentário: